Dicas de Saúde e Novidades

Remediar para prevenir

Consumo de vitaminas, fitoterápicos e antioxidantes ajuda equilibrar o organismo e gerar bem-estar.
O conceito de bem-estar é amplo e cheio de nuances, mas uma das definições mais úteis para a visão do profissional de saúde na atenção ao paciente diz respeito à capacidade de viver sem doenças e à forma como o indivíduo se sente em relação a si mesmo. Sentir-se bem passa a ser tão importante quanto apresentar taxas impecáveis no check-up anual.
Pode parecer simples e até banal, mas esse entendimento ajuda a explicar o comportamento de uma parcela grande da população que busca por soluções para a saúde e o bem-estar antes mesmo de qualquer enfermidade aparecer. Ou, quando uma doença crônica é diagnosticada, não se contenta com tratamentos tradicionais. Busca alternativas para amenizar os sintomas e, na medida do possível, reduzir o uso de medicamentos.
Na opinião do cardiologista e nutrólogo Edmond Saab Jr., médico responsável pela criação do Centro Integrado de Medicina Preventiva, trata-se de uma mudança de comportamento positiva. Trata-se de uma abordagem particular da saúde, que cuida do paciente como um todo, e não apenas da doença. Nessa abordagem, a correção dos hábitos alimentares e o uso de suplementos para reparar desequilíbrios são estratégias estruturantes. É essa atitude que não só irá prevenir o adoecimento como proporcionará um estado de bem-estar geral ao paciente.
"Eu costumo dizer que não existem um milhão de doenças. Existem 'meia dúzia de monstrinhos' que geram reações em cadeia no organismo provocando as doenças", define. Entre os vilões, ele cita a deficiência de minerais e o desequilíbrio na proporção desses nutrientes, a desidratação crônica, a desmodulação hormonal, a oxidação excessiva, a resistência à insulina e a inflamação silenciosa.
Um exemplo significativo está nos pacientes hipertensos. Além do excesso de sódio no corpo, ele explica que essas pessoas precisam cuidar da relação deste com outros minerais: a proporção correta de potássio e sódio no ambiente extracelular deveria ser de 5:1, mas, na prática, as pessoas proporções invertidas.
"Para alterar quadros como esse, há uma série de possibilidades de uso de suplementos, como o magnésio, que pode ser utilizado praticamente sem contraindicações e tem um efeito amplo", ressalta.
"Para descobrir se o paciente precisa de suplementação, seja de minerais, antioxidantes ou outros nutrientes, mais importante que realizar uma bateria de exames é conhecer seu histórico clínico e ouvi-lo relatar os hábitos: rotina, alimentação e estilo de vida", afirma. Além disso, Edmond lembra que essa abordagem prima pela particularidade de cada paciente. "A suplementação é única, criada caso a caso".
O diretor da Associação Brasileira de Nutrologia, José Lara Neto, concorda com esse posicionamento. Para ele, o contato entre prescritores e farmacêuticos, especialmente em eventos e congressos, ajuda a construir uma relação benéfica para o paciente que busca atenção individualizada. Com a manipulação dos suplementos, a pessoa pode ter acesso, por exemplo, a combinações exclusivas de diferentes nutrientes. Ou mesmo combinar medicamentos e suplementos de acordo com cada caso.
"Hoje sabemos que a monoterapia isolada nem sempre é suficiente para tratar a maioria das enfermidades, como acontece com a obesidade, que é uma doença nutrometabólica", diz. "Muitas vezes, as combinações têm interesse precípuo de melhorar a resposta terapêutica sem aumentar a dose do medicamento e os efeitos colaterais".

O natural e o equilíbrio

O médico Edmond Saab Jr. alerta que, em boa medida, os desequilíbrios ocorrem devido aos hábitos contemporâneos. O contato contínuo com agrotóxicos, corantes, conservantes, poluição, além do uso abusivo de medicamentos são fatores que fazem mal para o organismo.
A busca por um cuidado de saúde mais amplo caminha no sentido de resgatar uma vida mais equilibrada e natural. De com o pesquisador alemão Christof Jaenicke, o crescimento no consumo mundial de produtos fitoterápicos é um indicador importante dessa tendência. Tanto é que esse mercado atingiu 26 bilhões de dólares em 2011.
Em artigo, ele afirma que essa evolução no mercado de fitoterápicos pode ser explicada justamente pela tendência de busca da população por produtos de origem natural como fonte de saúde e uma insatisfação geral quanto à segurança do uso excessivo de medicamentos. Na mesma linha, cresce o uso de suplementos que têm efeito antidepressivo, termogênico, antioxidante (ácidos graxos essenciais), aminoácidos, prebióticos e probióticos.
Na opinião da nutricionista e farmacêutica Lucyanna Kaluf, o uso de fitoterápicos também tem forte interface com a nutrição, utilizada de forma auxiliar na prevenção e tratamento de doenças. Para isso, a prática foca nos efeitos que os fitoterápicos apresentam a partir do uso sistemático.
"O reconhecimento de como a interação dietética com os fitoterápicos é capaz de modificar a expressão genética de um indivíduo, estimular seu desenvolvimento físico e mental, aumentar seu bem-estar e diminuir a suscetibilidade frente às doenças crônicas tem grandes implicações sociais, especialmente em patologias como doença cardiovascular, obesidade, síndrome metabólica e câncer", afirma.

Mercado acelerado

O crescimento do mercado de produtos para o bem-estar pode ser sentido por dados divulgados por fontes nacionais e internacionais. De acordo com informações divulgadas pela Natural Tech, feira de alimentação saudável, produtos naturais e saúde, em 2014 a alimentação natural e os suplementos terão uma expansão de 40%, chegando a movimentar mais de R$ 20 bilhões no Brasil.
Um levantamento do governo canadense sobre o mercado brasileiro mostrou que a preocupação sobre os riscos de câncer, doenças cardíacas e diabetes é uma forte motivação da busca por um estilo de vida saudável. Nessa busca, os produtos nutracêuticos tendem a ser cada vez mais consumidos. Segundo o estudo, realizado em 2010, as farmácias são a principal fonte de comercialização desses produtos.
A consultoria Euromonitor ainda aponta que alimentos embalados diet e light, funcionais fortificados, orgânicos, os naturalmente saudáveis e os específicos para intolerância alimentar estão na lista dos produtos que tendem a crescer nos próximos anos. Outros dados indicam que, já em 2000, as vendas nos EUA com suplementos vitamínicos e minerais chegavam a 70 bilhões de dólares.
Fornecedores de insumos e fabricantes de suplementos industrializados com atuação no país confirmam o bom momento. Empresas consultadas pela Revista Anfarmag apontam crescimento de vendas entre 20% e 27% na comparação de 2012 e 2013.
Entre os produtos mais procurados, estão os com propriedades antienvelhecimento e antioxidante, os auxiliares no emagrecimento e gerenciamento de peso e adjuvantes no tratamento e prevenção de doenças. Estética e envelhecimento são tópicos que incidem fortemente para moldar esse novo estilo de vida.
"Há uma forte influência da mídia que utiliza a beleza como veículo de comunicação. Isso aumenta a procura por recursos voltados para a saúde e beleza, como nutrição balanceada e tratamentos estéticos", acredita a nutricionista da Sundown Naturals, Daiana Amarante. "Os profissionais de saúde prescrevem muito mais suplementos hoje com essa finalidade do que antigamente. E isso alavanca o mercado de suplementos, pois faz parte do pacote de fatores que ajudam na saúde".

O que os pacientes buscam

Confira alguns dos suplementos mais procurados para auxílio aos tratamentos convencionais.
  • Polifenois do chá verde e chá preto — prevenção e tratamento de doenças degenerativas.
  • Wellmune (beta-glucana originária de Saccharomycescere-visiae) — imunidade, combate à fadiga e ao estresse.
  • Óleo de peixe (combinações de ácido eicosapentanóico (EPA) e ácido docosahexanóico (DHA)) — redução do colesterol e triglicerídeos plasmáticos; processos inflamatórios crônicos; formação do sistema nervoso fetal e prevenção da perda da memória na terceira idade.
  • Cafeína e Cromo — controle do peso.
  • Cálcio e Vitamina D3 — prevenção à osteoporose; suplemenração para alérgicos e intolerantes a leite e derivados.
  • Vitamina E — efeito antioxidante, imunidade, hidratação da pele e proteção à exposição solar.
  • Complexo B — disposição, melhora do humor e do sono, redução dos sintomas de TPM.
  • Betacaroteno - bronzeado e proteção da pele contra o envelhecimento, redução de oleosidade da pele, prevenção da perda da visão noturna.
  • Vitamina C — antioxidante, imunidade.
Fontes: Macromais, Fagron, Sundown Naturais
VOLTAR
Voltar ao topo

A ativa mais próxima de você

Unidade - Garcia
Rua Amazonas, 4155 - sala 1 - Garcia - 89022.003
47 - 3037.6777 / 8469.3851
receitas@ativamanipulacao.com.br
Unidade - Fortaleza
Rua Francisco Vahldieck, 875 - sala 1 - Fortaleza - 89056.003
47 - 3037.6776 / 9196.7794
receitasfortaleza@ativamanipulacao.com.br
Unidade - Velha
Rua dos Caçadores, 2306 - sala 2 - Velha - 89040.002
47 - 3328.6777 / 9196.5348
receitasvelha@ativamanipulacao.com.br

Blumenau

Ativa Farmácia de Manipulação
Rua Amazonas 4155 - Sala 01 – Garcia - Blumenau – SC - CEP: 89.022-003
Tel.: 47 – 3037 6777- contato@ativamanipulacao.com.br - CNPJ: 07.906.099/0001-34 – I.E: 255.165-293
Farm. Resp: Catiana Marcolla CRF/SC: 6382 - AE: 1.38.384-9 / AFE: 7.31.139-8 / Alvara Sanitário: 1318/2015